Ubiratã deverá receber mais de 23 milhões de reais de ICMS em 2018

O município de Ubiratã receberá este ano R$ 23.482.844 referentes à arrecadação do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transportes Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Este valor está previsto nas quotas do índice de participação que cada município tem direito e que foram homologadas pelo Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) em 14 de dezembro, na última sessão de 2017.

 

Na região da Comcam, que congrega 25 municípios, somente Campo Mourão receberá mais do que Ubiratã (R$ 35.152.552). Mamborê receberá R$ 16.303.502 e Goioerê: R$ 13.975.898. Por outro lado, Altamira do Paraná, Corumbataí do Sul e Farol terão as menores fatias. Juntos, os 25 municípios da região deverão receber este ano cerca de R$  240 milhões de ICMS.

 

Em todo o Estado serão R$ 6,6 bilhões, valor 1,37% menor que 2017. Curitiba (R$ 694,2 milhões), Araucária (R$ 458,3 milhões) e São José dos Pinhais (R$ 305 milhões) lideram a lista.

 

RANKING DO ICMS NA REGIÃO (Previsão para 2018)

 

1) Campo Mourão: R$ 35.152.552

2) Ubiratã: R$ 23.482.844

3) Mamborê: R$ 16.303.502

4) Goioerê: R$ 13.975.898

5) Luiziana: R$ 12.336.091  

6) Araruna: R$ 11.789.189

7) Terra Boa: R$ 11.352.559

8) Campina da Lagoa: R$ 10.571.115

9) Roncador: R$ 10.289.828

10) Engenheiro Beltrão: R$ 8.444.677

11) Juranda: R$ 8.142.140   

12) Peabiru: R$ 7.992.432

13) Barbosa Ferraz: R$ 7.898.532

14) Quarto Centenário: R$ 7.723.302  

15) Moreira Sales: R$ 7.489.955

16) Nova Cantu: R$ 7.205.915

17) Boa Esperança: R$ 6.430.131

18) Fênix: R$ 6.107.953

19) Iretama: R$ 5.951.490

20) Quinta do Sol: R$ 5.378.342

21) Rancho Alegre do Oeste: R$ 5.038.581

22) Janiópolis: R$ 4.900.405

23) Farol: R$ 4.499.161  

24) Corumbataí do Sul: R$ 3.169.721

25) Altamira do Paraná: R$ 3.095.525

 

Comentários