Projeto “A-COR-DAR”: A experiência que transformou o cumprimento da Medida Socioeducativa em “Arte Em Meio Aberto”

O município de Ubiratã, através da Secretaria da Assistência Social e do Centro de Referência de Assistência Social – CREAS realiza atendimentos para adolescentes que cumprem Medidas Socioeducativas em meio aberto, sendo elas, de Liberdade Assistida e Prestação de Serviço à Comunidade.

O trabalho com adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa impõe grandes desafios, sendo necessário um trabalho dinâmico e criativo, atento as características inerentes ao período da adolescência. Sob a perspectiva da intervenção na realidade destes sentiu-se a necessidade de estreitar a relação entre a realização das atividades com as necessidades e interesses dos adolescentes atendidos.

Diante das necessidades impostas, a equipe do CREAS encontrou nas Oficinas de Graffiti e Música, uma alternativa para estabelecer um vínculo positivo com estes adolescentes. De tal modo, o projeto “A-COR-DAR: dar cor as expressões da vida”, surgiu como uma proposta inovadora e ousada, mas em completa sintonia com os objetivos indicados no programa de Medida Socieducativa em meio aberto.

O projeto “A-COR-DAR” tem proporcionado a estes jovens a perspectiva de alcançar transformações na concepção de vida dos mesmos, além da possibilidade de garantir direitos, desconstruir estigmas e preconceitos. E principalmente, tem oportunizado com prioridade condições para a construção/reconstrução de projetos de vida visando à ruptura com a prática de ato infracional.

Observa-se que a partir da oferta das Oficinas houve significativa adesão dos adolescentes nas atividades propostas, que anteriormente não eram percebidas com o desenvolvimento de outras atividades. Diante de tais apontamentos é possível mencionar que as Oficinas têm sido um veículo de inclusão na vida dos adolescentes, de forma que, a partir das intervenções estes tem tido a possibilidade de encontrar o seu lugar no mundo, além de se expressar através da arte disponibilizada a eles.

Para dar continuidade aos trabalhos, o CREAS a partir do mês de abril deste ano propôs ampliar os objetivos do projeto com a finalidade de realizar o projeto “A-COR-DAR na Comunidade” com intervenções visuais nas comunidades e bairros do município de Ubiratã.

A primeira experiência foi realizada na comunidade Vila Recife com a construção e execução de uma belíssima arte em Grafitti, a qual foi muito bem recebida e apreciada pelos moradores daquela localidade. “A-COR-DAR na Comunidade” tem como objetivo alcançar todos os bairros do município. E muito além disso, “A-COR-DAR na Comunidade” almeja principalmente propiciar a estes  jovens que sejam vistos pela sociedade com um outro olhar, e para além de vistos, reconhecidos como sujeitos de direitos.

Comentários