Orquestra de Câmara do Oeste do Paraná se apresentou em Ubiratã

A Orquestra de Câmara do Oeste do Paraná, dentro da programação do projeto Integrado Música e Dança da AMOP, realizou um belo espetáculo neste domingo (10), em Ubiratã. A apresentação aconteceu no Anfiteatro Carlos Gomes, encantando e emocionando a todos. O prefeito Haroldo Fernandes Duarte – Baco, acompanhado da primeira-dama, Eliane Omori Duarte – Makie, os vereadores Jorge Tozzi, Silvio de Pádua e Sebastião Osmar Beraldo, os secretários Nicanor Kimura (Esporte e Lazer) e Osmar Pires (Gabinete) e o presidente da Aceu, Rogério Gomes, prestigiaram o evento.

A apresentação, regida pelo experiente e conceituado Maestro Daniel Bortholossi contou com um repertório composto de obras eruditas e populares. Músicas de rara beleza e intensidade, que além de despertar emoções no público, foram acompanhadas de explicações sobre a construção e história de cada composição.

A ideia do Projeto Integrado de Música e Dança é unir o prazer pela arte ao desenvolvimento de novas plateias, talentos e troca de conhecimentos.

ORQUESTRA DE CÂMARA

A orquestra de câmara é um grupo instrumental composta por um menor número de músicos e instrumentos musicais do que se comparada com uma orquestra. Normalmente realiza apresentações em ambientes restritos, daí o nome “câmara”, que nesse caso é referência ao local destinado a apresentação. Enquanto uma orquestra sinfônica ou filarmônica é composta por mais de cinquenta instrumentos e destina-se a apresentação em grandes teatros ou mesmo áreas externas, a orquestra de câmara é composta por poucos instrumentos, destinada a apresentação no interior de edificações, para um público mais reduzido.

O evento foi uma realização AMOP, Apoio Itaipu; Administração “Todos juntos rumo ao futuro”; Secretaria do Esporte e Lazer; Centro Cultural de Ubiratã e ACEU.

Comentários