Região 

Jovem encontrada morta em Formosa do Oeste pode ter sido vítima de feminicídio

Após ter dado entrada no IML de Toledo o corpo de Tatiane Laurindo da Silva de 31 anos, foi constatado que a mesma pode ter sido vítima de feminicídio. Um dos primeiros laudos apontou agressão física após necropsia na unidade. 

O fato aconteceu por volta das 18h de sábado (12), na Rua Maranhão, em Formosa do Oeste. A jovem foi encontrada pela mãe. Para a Polícia Militar, a mãe relatou que a filha tentou suicídio. 
Os militares conversaram com uma técnica de enfermagem que informou que o corpo estava já frio, cianótico e em estado de rigor mortis. O corpo da vítima encontrava-se de bruços caído dentro do banheiro da residência. Na cozinha, quarto, pelo chão e nas paredes perto dos rodapés haviam marcas de sangue. 


De pronto foi informado o investigador que compareceu e acionou o IML e a Criminalística. Foi acompanhado o trabalho da perícia e observado no corpo da vítima haviam vários hematomas nas pernas, quadris e face, dentes quebrados, olhos bastante edemaciados e um corte pequeno no queixo. Não foram observadas perfurações ou cortes por lâminas. O corpo foi encaminhado para o IML de Toledo. 


Ainda segundo informou a polícia, no local não havia sinais de arrombamento, bem como não foi encontrado nenhuma arma que poderia ter sido usada no crime. A Polícia Civil vai investigar o caso. 
Tatiane trabalhava no fórum de Formosa do Oeste e nos finais de semana em uma sorveteria. Segundo amigos e pessoas próximas, a jovem era animada, brincava e tinha um bom relacionamento com as pessoas. O caso trouxe estranheza e mistério. O corpo foi liberado por volta das 11h30 de domingo (13), para atos fúnebres.

(Vale Verde FM).

Comentários
Compartilhe!