Brasil 

Engenheiros que atestaram barragem em Brumadinho são presos

Autoridades policiais cumprem cinco mandados de prisão temporária contra engenheiros que atestaram a segurança da barragem em Brumadinho, que se rompeu na última sexta-feira (25).


Os mandados, expedidos pelo Juízo da Comarca de Brumadinho, têm validade de 30 dias. Dos cinco, três são cumpridos na região metropolitana de Belo Horizonte e outros dois em São Paulo.

A ação é realizada em conjunto por PF (Polícia Federal), MPF (Ministério Público Federal), as Promotorias mineira e paulista, e as Polícias Civil e Militar de Minas Gerais.

O objetivo da ação é “apurar a responsabilidade criminal pelo rompimento de barragem”, informa o “UOL“.

Por meio de nota, a Vale informou que “está colaborando plenamente com as autoridades”.

“A Vale permanecerá contribuindo com as investigações para a apuração dos fatos, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas”, diz a nota divulgada após a prisão dos engenheiros.

Compartilhe!