Região 

Mariluz: Prefeitura decreta estado de calamidade pública por falta de água

A Prefeitura de Mariluz, no noroeste do Paraná, decretou estado de calamidade pública por causa da falta de água, nesta quinta-feira (17).

De acordo com a prefeitura, as aulas em um colégio da cidade foram suspensas, e o Pronto Atendimento Municipal também ficou sem água.

A Defesa Civil informou que, há mais de 100 dias, não chove o suficiente para normalizar o abastecimento no município. A prefeitura disse que, nos últimos dias, os moradores foram orientados a economizar água, para tentar amenizar o problema.

Para tentar amenizar a situação, a Prefeitura de Mariluz se comprometeu a providenciar caixas d’água para serem instaladas em escolas e unidades de saúde. Um caminhão-pipa também deve prestar auxílio à comunidade nesses dias.

O município disse que autorizou a abertura de um novo poço artesiano na cidade e que as obras do poço devem ser iniciadas na segunda-feira (21).

O abastecimento de água em Mariluz é realizado pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), uma autarquia do município.

Fonte: RPC