Ubiratã 

Adolescente denuncia professor por suposta agressão em Ubiratã

Adolescente de 14 anos realizou na última sexta-feira (8), boletim de ocorrência na cidade de Ubiratã, contra um professor da rede estadual de ensino, após segundo ela, o homem a agredi-la por ter derrubado água no chão do ginásio da instituição de ensino.

O caso aconteceu no Colégio Estadual Carlos Gomes de Ubiratã. A jovem, também precisou realizar exame de lesão corporal pois apresentava diversos hematomas na região do braço.

Segundo a adolescente, ela estava nas proximidades do bebedouro no momento em que o professor sem questionar começou a ser agressivo, sendo que, de acordo com a mesma, a água havia sido derrubada por seus companheiros de classe. A jovem ainda afirmou que ao pegar em seu braço e apertar, o professor disse ” ter vontade de esfregar a sua cara no chão”.

Durante conversa com o Conselho Tutelar, a menina também afirmou possível situação de assédio sexual, já que dias antes, o servidor entrou no banheiro feminino enquanto ela se trocava.

A diretoria do Colégio se pronunciou sobre o caso, afirmando que a denúncia não foi feita na instituição, e que o profissional só será afastado caso a situação seja confirmada. O servidor atua à mais de 20 anos no Colégio, e segundo a coordenação, nunca antes havia se feito uma reclamação quanto sua postura.

Professor envolvido no caso negou acusação. Ele registrou Boletim de Ocorrência por calunia e difamação contra a mãe da adolescente.

Fonte : Redação Catve.com

Compartilhe!