Paraná 

Unitá está oficialmente habilitada para exportar para China

Com uma população de 1,3 bilhão de pessoas e um consumo per capita de 9 quilos de carne por habitante ao ano, os analistas acreditam que o apetite chinês só está começando. Consolidado como um dos principais mercados de consumo, a China está agora entre os mais de 40 países que recebem as carnes processadas na Cooperativa Central Unitá.

A notícia divulgada na manhã desta terça-feira, dia 12, foi motivo de celebração para toda a Cooperativa, uma vez que com a abertura deste mercado a produção pode alavancar ainda mais.

“A Unitá além de estar entre as mais modernas estruturas de Unidades Industriais do país, está acima de tudo, apta a receber a demanda que deve surgir com este novo mercado, que é a China.  Nossa expectativa inicial é exportar aproximadamente 2 mil toneladas de carne para a China mensalmente”, afirmou o superintendente comercial, Valdemir Paulino dos Santos.

De acordo com o presidente da Copacol, Valter Pitol a habilitação para o mercado chinês representa acima de tudo a solidez para investimentos futuros. “Esta é uma habilitação muito importante para toda a cadeia produtiva da Unitá, pois envolve o aumento da produção e a garantia de renda para todos, desde o cooperado no campo, até a geração de emprego nas indústrias. Com essa habilitação, temos a certeza de que podemos investir com assertividade e segurança”, finalizou Pitol.

Compartilhe!