Saúde 

Hospital Santa Casa recebe recursos financeiros e se consolida como referência regional

Foi creditado na conta do município o valor de R$ 112.640,00 referente ao Programa de Estratégia de Qualificação do Parto que repassa o valor de R$ 320,00 por parto realizado para incentivar o aprimoramento e a humanização cada vez maior deste procedimento. Esse valor se refere ao período retroativo de outubro de 2017 a junho de 2019, que até o próximo dia 10 será repassado a Santa Casa de Ubiratã.

Depois de mais de um ano de luta junto ao Governo Estadual para adesão do Hospital e Maternidade Santa Casa, neste mês de novembro foi conquistada a habilitação e a partir da produção de julho o Hospital já voltou a integrar o programa. Esse recurso foi arduamente pleiteado pela Secretaria de Saúde de Ubiratã, porém a concretização do recebimento dos retroativos foi uma grande e agradável surpresa, que certamente ajudará o hospital a saldar suas contas e principalmente realizar o pagamento do décimo terceiro aos funcionários com maior tranquilidade.

Somente neste ano, o Fundo Municipal de Saúde já repassou ao Hospital e Maternidade Santa de Casa de Ubiratã mais de R$ 3,5 milhões de reais. Deste montante R$ 722.800,00 mil são do Governo Estadual, R$ 1.530.460,00 do Governo Federal e R$ 1.309.000,00 do Governo Municipal. Embora haja recursos estaduais e federais, o dinheiro é gerido pela Secretaria de Saúde através da secretária Cristiane Martins Pantaleão, conforme contrato de prestação de serviços envolvendo não somente Ubiratã, mas também a microrregião que envolve os municípios de Altamira do Paraná, Mamborê, Campina da Lagoa, Nova Cantú e Juranda. Para que o dinheiro seja repassado integralmente, o hospital é monitorado e avaliado constantemente através de metas qualitativas e quantitativas que tem sido importante ferramenta no desenvolvimento do hospital, melhora progressiva do atendimento e também fundamental no processo de organização do fluxo oriundo e encaminhado a Atenção Básica. Hospital e Secretaria de Saúde tornaram-se aliados.  Diretoria e funcionários dedicam muito empenho e engajamento na consecução dos objetivos dispondo de muita competência, honestidade e seriedade.

Os repasses ao Hospital não são esporádicos. São mensais e fixos. O que garante segurança e continuidade do trabalho. Por outro lado, o repasse estando vinculado a qualificação tem alcançado resultados significativos. Hoje, o Hospital é referência regional. Enquanto muitas UPAS faliram e hospitais de pequeno porte fecharam ou reduziram atendimento, a Santa Casa de Ubiratã ampliou o atendimento graças a uma gestão eficiente, transparente e humanizada. Ao visitar a estrutura física do hospital já se percebe as melhorias, porém ouvindo o depoimento dos usuários se percebe que o sucesso e qualidade do trabalho prestado vai muito além da estrutura física.

Compartilhe!