fbpx
Paraná 

Em 2019, carne subiu oito vezes mais que a inflação

A inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), fechou o ano de 2019 em 4,31%, contra 3,75% de 2018, conforme dados divulgados hoje (10) pelo IBGE (Instituto Brasileiro Geografia e Estatística). A taxa também ficou acima do centro da meta de inflação estipulada pelo Banco Central para o ano passado, que era de 4,25%.

A maior causa da elevação do índice foi a pressão exercida pelo grupo alimentação e bebidas, que apresentou alta de 6,37% no ano e um impacto de 1,57% no acumulado de 2019. Na sequência, pesaram os custos dos transportes (3,57%) e saúde e cuidados pessoais (5,41%), com impactos de 0,66% e 0,65%, respectivamente.

A grande vilã da inflação de 2019 foi a carne, cuja alta no período foi praticamente oito vezes maior (32,40%), representando um impacto de 0,86 pontos percentuais no indicador geral. Em outras palavras, se o preço da carne tivesse ficado estável no ano, a inflação de 2019 teria fechado em 3,54%. (Foto: Arquivo Sistema Faep)

Compartilhe!