Paraná 

Professora universitária de 63 anos está internada em estado grave com suspeita de Coronavírus em Campo Mourão

O município de Campo Mourão está com 5 casos suspeitos de Coronavírus (Covid-19), informa boletim atualizado às 19h30 desta quinta-feira (19), pela secretaria municipal de Saúde. As amostras dos pacientes foram coletadas entre ontem e hoje e serão encaminhadas nesta sexta-feira (20), pela 11ª Regional de Saúde, ao Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen-PR). O prazo é que os exames fiquem prontos em até 72 horas.

Entre os suspeitos, existe o caso de uma senhora de 63 anos, internada em estado grave.

Dos cinco pacientes com suspeita da doença, apenas um está internado no Hospital Santa Casa. Os demais, informou à TRIBUNA o secretário de Saúde de Campo Mourão, Sérgio Henrique dos Santos, estão em casa em confinamento. Ele disse que os resultados das outras quatro amostras recolhidas pelo município por “precaução” devem ficar prontos nesta sexta-feira (20).

Na noite desta quinta-feira, o prefeito de Campo Mourão, Tauillo Tezelli, fez uma transmissão ao vivo pela página oficial do facebook da prefeitura, onde se manifestou sobre a situação. “De ontem para hoje coletamos cinco amostras de pessoas autorizadas pelo Estado e estão sendo enviadas a Curitiba. Em um dos casos uma paciente chegou ao Hospital Santa Casa às 12 horas e às 14h30 os médicos fizeram tomografia. Profissionais do município estiveram fazendo a coleta às 15h30 e às 16h30 o médico resolveu encaminhar a paciente para a UTI”, relatou.

A médica do município, Patrícia Chandoha, informou que a Saúde vem fazendo o monitoramento de todos casos relatados. “É preocupante, temos que ficar em alerta, o estado do Paraná tinha ontem 14 casos positivos e hoje já está 23. Ou seja, está havendo uma progressão muito forte do vírus e temos que ter muita cautela”, alertou.

A superintendente do Hospital Santa Casa, Lucinecia Schefer, informou que a paciente que está internada no hospital com suspeita do Covid-19 apresentou o agravamento de seu quadro respiratório por isso foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela disse que o hospital fez um plano de contingência em prevenção ao vírus deixando os ambientes mais adequados para atender a demanda, caso necessário.

Caso mais grave

O caso mais grave de paciente com suspeita de Covid-19, é o da professora universitária, Elaíse Mara Ferreira Crepaldi, 63 anos. Ela esteve em viagem recentemente a Curitiba, onde tem casos confirmados da doença. Elaíse passou mal e, após apresentar os sintomas da doença, como falta de ar e febre, foi encaminhada à Santa Casa. Seu quadro respiratório se agravou e ela foi internada na UTI, onde está em tratamento.

Medidas de enfrentamento A administração municipal de Campo Mourão publicou nesta semana um decreto com várias medidas de enfrentamento ao Covid-19. O documento é válido por duas semanas (14 dias), podendo ser prorrogado.

O decreto foi editado em conjunto entre as secretarias da Educação, Fazenda, Saúde, Fiscalização, entre outras. Entre as medidas, está suspensão de todo tipo de evento com aglomeração de pessoas em Campo Mourão, seja artístico, cultural, esportivo, ou científico. As aulas na rede municipal também foram suspensas.

A secretaria de Saúde também suspendeu todas as férias e licenças. O decreto determina ainda a suspensão parcial de expediente nas secretarias para evitar a aglomeração de pessoas. Já servidores acima de 65 anos, gestantes, ou lactantes, que são mais sensíveis ao vírus, não precisarão cumprir expediente.

Enquanto perdurar a crise do “Corona” o posto de saúde da Vila Urupês funcionará de ambulatório para atender pessoas somente com doenças respiratórias.

Fonte: Walter Pereira / Tribuna do Interior

Compartilhe!