Em breve, famílias em situação de vulnerabilidade e risco social de Ubiratã receberão casas populares

Em breve, famílias em situação de vulnerabilidade e risco social de Ubiratã receberão casas populares

Já está em fase de acabamento a construção de 10 casas populares que serão destinadas para famílias em situação de risco social que atualmente residem em locais de vulnerabilidade.

A construção dessas moradias faz parte de uma parceria entre o município de Ubiratã e a Itaipu Binacional. Cabe ressaltar que mesmo com a pandemia do novo coronavírus, as obras e melhorias de infraestrutura no município de Ubiratã continuam para beneficiar a população.

Além das 10 unidades na cidade de Ubiratã: (Jardim Josefina II – 5 casas e Conjunto Porto Seguro III – 5 casas), outras 10 casas também estão sendo construídas no Distrito de Yolanda.

As moradias populares são destinadas exclusivamente para famílias em situação de vulnerabilidade e risco social já cadastradas pela Secretaria da Assistência Social.

São 16 unidades com 31,89 m² e outras 4 casos com tamanho de 49,00 m². As casas são equipadas com sistema de energia solar.

O convênio com a Itaipu Binacional é no valor de R$ 1.275.592,43 (20 casas) e muro de arrimo R$ 161.179,21 (recursos próprios do município), totalizando um investimento de R$ 1.436.771,64.

O prefeito Haroldo Fernandes Duarte – Baco, visitou o canteiro de obras para acompanhar o andamento dos trabalhos.